Uma polêmica cerca o novo single dos irmãos Marcos e Lucas Schmidt, que formam o duo DubdogzCom mais de 2 milhões de plays no Spotify, em pouco mais de um mês, a música entrou em várias playlists oficiais da plataforma, incluindo em países fora do Brasil, como Portugal e Alemanha.

A confusão toda começou com um comentário no vídeo da track “Do It Again”, do produtor húngaro György Pados, que assina o projeto Drop The Cheese, onde um usuário do YouTube perguntou:

EKAM BAJWA: “ENTÃO, O DUBDOBZ (SIC) ROUBOU SUA TRACK EM “TECHNO PRANK”?”

DROP THE CHEESE: “NÃO EXATAMENTE. EU ESCREVI ESSA MÚSICA EM 2018 E ENVIEI PARA HUB RECORDS, ONDE LANÇARAM A “TECHNO PRANK” DO DUBDOGZ. EU NÃO RECEBI NENHUM FEEDBACK. MAS, UM TEMPO DEPOIS, ESSA MÚSICA FOI LANÇADA. INTERESSANTE.”

Na sequência, o duo brasileiro resolveu tirar satisfação desse comentário, direto com o produtor húngaro, enviando um print de tela do Youtube no inbox do Instagram dele:

DUBDOGZ: “WTF?”

DROP THE CHEESE: “EU NÃO QUERO PREJUDICAR VOCÊS. EU SEI QUE VOCÊS USARAM O MESMO SAMPLE DO SPLICE QUE EU. EU SÓ NÃO ENTENDO A HUB, A MANEIRA QUE ELES LIDARAM COMIGO E COM MINHA TRACK. EU ESPERO QUE VOCÊS NÃO TENHAM NENHUM SENTIMENTO NEGATIVO SOBRE MIM, EU RESPEITO VOCÊS E SEU TRABALHO. TOCO VÁRIAS MÚSICAS DE VOCÊS EM MEUS SETS E RADIO SHOWS.”

A conversa segue no print abaixo:

DUBDOGZ: “ESTE É UM SAMPLE DO SPLICE, VOCÊ NÃO É O DONO DELE.”

DROP THE CHEESE: “EU SEI DISSO. EU COMPREI DO SPLICE TAMBÉM.”

DUBDOGZ: “ENTÃO VOCÊ NÃO TEM PERMISSÃO PARA ESCREVER UMA COISA COMO ESSA.”

DROP THE CHEESE: “NOVAMENTE: EU NÃO QUERO CAUSAR NENHUM PROBLEMA. EU APENAS NÃO ENTENDO A HUB, NÃO VOCÊS. NOVAMENTE, ME DESCULPE SE VOCÊS SE SENTIRAM INCOMODADOS. O QUE EU POSSO FAZER POR VOCÊS?”

DUBDOGZ: “APAGUE ESTE COMENTÁRIO ESTÚPIDO.”

DROP THE CHEESE: “EU FIZ.”

Para entender melhor essa discussão, primeiro ouça as duas músicas:


“Do It Again” foi lançada no dia 06/05/19 pela Gold Records


“Techno Prank” foi lançada no dia 07/06/19 pela HUB Records

Fomos pesquisar de onde saiu o tal sample por trás de toda essa discussão. Ele faz parte de um pack lançado em 2017, chamado Tarantino Bass, produzido por Basement Freaks.

Ouça o trecho em 0:22:

Entramos em contato com as duas partes para tentar esclarecer o que aconteceu, quem fez a música primeiro e se eles tinham alguma ideia de como caíram exatamente no mesmo sample, já que o Splice, um site onde você paga uma mensalidade e pode ouvir e baixar samples, tem centenas de milhares de arquivos de áudio. Seria coincidência demais.

Até o fechamento desta reportagem, o DubDogz não respondeu nossa solicitação, mas o Drop The Cheese nos enviou um extenso e-mail detalhando cada etapa da timeline de sua produção. Abaixo segue a tradução literal de tudo que ele nos enviou:

“EU SOU GYÖRGY PADOS, UM DJ / PRODUTOR HÚNGARO CONHECIDO COMO DROP THE CHEESE.”

TIMELINE DE “DO IT AGAIN”

SETEMBRO/OUTUBRO DE 2018
“EU PRODUZI UMA FAIXA ESTILO BRAZILIAN BASS CHAMADA “DO IT AGAIN”. EU USEI UM SAMPLE QUE COMPREI NO SPLICE.COM. EU CORTEI, REORGANIZEI E USEI COMO TEMA PRINCIPAL PARA A MÚSICA. EU TAMBÉM USEI ALGUNS VOCAIS DE UM COMERCIAL DE TV ANTIGO DOS ANOS 60.”

14 DE NOVEMBRO DE 2018
“EU ESCREVI UM E-MAIL PARA A HUB RECORDS (GRAVADORA BRASILEIRA), PARA MOSTRAR MINHA MÚSICA. EU ESPERAVA QUE TALVEZ ELES GOSTASSEM E LANÇASSEM. ELES NÃO RESPONDERAM A MIM DESDE ENTÃO.”

29 DE JANEIRO DE 2019
EU ESCREVI UM E-MAIL PARA A GOLD RECORDS (GRAVADORA HÚNGARA) PARA MOSTRAR MINHA FAIXA. ELES GOSTARAM DA MINHA MÚSICA. E POR ISSO QUE ELES ASSINARAM COMIGO E LANÇARAM MINHA MÚSICA.

6 DE MAIO DE 2019
“DROP THE CHEESE – DO IT AGAIN (LANÇADA PELA GOLD RECORDS) ESTÁ DISPONÍVEL NO DEEZER, ITUNES, SPOTIFY, GOOGLE PLAY, BEATPORT E YOUTUBE.”

7 DE JUNHO DE 2019
“DUBDOGZ LANÇOU SUA MÚSICA CHAMADA “TECHNO PRANK” PELA HUB RECORDS.”

EU SEI QUE O NÚCLEO DA MINHA MÚSICA E DA MÚSICA DO DUBDOGZ É BASEADO EM UM SAMPLE PÚBLICO DO SPLICE.COM. ENTÃO, QUALQUER UM PODE COMPRÁ-LO E USÁ-LO.

MEU ÚNICO PROBLEMA É QUE A MÚSICA DELES MOSTRA SEMELHANÇA COM A MINHA MÚSICA EM MUITOS DETALHES (AS PARTES QUE SÃO USADAS A PARTIR DO SAMPLE, A VOZ ANTIQUADA QUE FOI USADA E O GÊNERO DA MÚSICA).

EU NÃO SEI SE O DUBDOGZ OUVIU MINHA MÚSICA. EU NÃO SEI SE A HUB RECORDS JÁ OUVIU MINHA MÚSICA. ENTÃO EU NÃO POSSO DIZER QUE DUBDOGZ GOSTOU DA MINHA MÚSICA E COPIOU.

EU NÃO POSSO DIZER QUE A GRAVADORA PEDIU AOS CARAS QUE FIZESSEM UMA MÚSICA PARECIDA COM A MINHA. NÃO TENHO EVIDÊNCIA ALÉM DOS FATOS DESCRITOS ACIMA, PORTANTO, EU NÃO ACUSO NINGUÉM DE NADA.

TUDO O QUE TENHO A DIZER É QUE HÁ MUITA COINCIDÊNCIA NESSA HISTÓRIA.

CUMPRIMENTOS,
GYÖRGY PADOS
DROP THE CHEESE

Nós aguardamos o posicionamento dos irmãos Marcos e Lucas Schmidt, alteraremos a matéria com a explicação deles ou da gravadora HUB, também citada na matéria. Nosso espaço está aberto a todos que tenham alguma informação a somar sobre esse assunto.

Coincidentemente, hoje, 18/07, a gravadora HUB lançou um vídeo onde a dupla explica como foi o processo de produção, mas também não dão muitos detalhes de como chegaram na edição do sample original:

Mesmo com os cortes similares no sample original, vocais com estilos similares, na linha retro dos anos 60, quase a mesma linha e timbre do baixo, não iremos concluir nada por aqui, deixaremos todas as informações para que cada um de nossos leitores chegue à sua própria conclusão.

Quem é que está certo nessa história?