No sétimo aniversário do hit “Spectrum”, Matthew Koma, o vocalista que deu vida a música, expôs o produtor e DJ Zedd em uma longa carta divulgada em suas redes sociais.

Aos 32 anos, o cantor e compositor decidiu expor o lado abusivo e tóxico de Zedd, dizendo que a felicidade e os bons sentimentos em relação a música desapareceram.

“Em resposta a anos de: ‘O que aconteceu com você e Zedd?’ Eu quero finalmente ser transparente sobre isso… é uma verdade muito triste, porque eu estou extremamente orgulhoso do trabalho que ele e eu fizemos juntos… infelizmente, meus bons sentimentos em relação a essas músicas desapareceram, já que eles foram experimentados ao lado de alguém tóxico e egoísta que ocupava o espaço onde qualquer felicidade poderia existir.”

Após fãs questionarem Matthew do motivo de nunca mais trabalharem juntos, o cantor decidiu postar esta carta esclarecendo todos detalhes, até mesmo os que ninguém esperava. Koma também afirmou que os conflitos começaram pequenos, como quando Zedd decidiu levar todos os créditos, até mesmo pela composição da música.

“Eu escrevi cada palavra e melodia. eu estava apenas debaixo do tapete, enquanto ele levava todo o crédito.”

Ainda na sua carta, Matthew alegou que foi impedido por Zedd de ser pago por cantar em seu hit “Spectrum” e até mesmo barrou o lançamento de suas músicas próprias.

Uma das reclamações também vem da música “Clarity”, onde Zedd levou até um Grammy pela canção e Matthew nem sequer foi convidado para a premiação.

E não para por aí: Segundo o cantor, esse sentimento não era exclusivo dele. Zedd agia exatamente da mesma forma com outros DJs e produtores em sua volta.

“Durante anos eu pensei que talvez fosse eu, mas com o tempo, eu encontrei outras pessoas que trabalharam com ele – outros escritores / cantores / produtores / DJs / Pessoas em seu próprio time… e o sentimento foi compartilhado.
Ele é o pior.”

Atualmente Matthew diz que prefere ter que trabalhar no Starbucks ao ter que voltar trabalhar com Zedd novamente e experienciar lado tóxico e abusivo do produtor.

“Eu preferiria trabalhar na Starbucks e limpar os banheiros do que experimentar essa dinâmica abusiva de novo.”

Abaixo você pode ler a carta na íntegra (em inglês):

View this post on Instagram

ZEDD

A post shared by Matthew Koma (@matthewkoma) on

Até o momento, Zedd ainda não se pronunciou, mas provavelmente vai querer mostrar seu lado da história. Hillary Duff, que é noiva de Matthew, manifestou apoio ao cantor.